Obrigada, Duda, pelo apoio, pelo poema e por sua militância corajosa - Dilma Rousseff
×

Obrigada, Duda, pelo apoio, pelo poema e por sua militância corajosa

Ato público da caravana de Lula por Minas Gerais na Praça da Estação, em Belo Horizonte

Equipe Dilma
03/11/2017 12:27

Uma jovem de 16 anos, chamada Maria Eduarda, saiu da multidão e me procurou. Ela queria entregar um poema que escreveu contra o golpe que me destituiu do poder. Li a poesia e fiquei comovida. Nos abraçamos e fizemos algumas selfies, que vou guardar como recordação dos belos momentos que todos vivemos na caravana mineira.

Publico aqui o poema de Maria Eduarda Paschoalini, a querida Duda, jovem militante da democracia que faz gente como nós, que também começamos cedo na luta, sentir orgulho desta nova geração de combatentes.

Orgulho e muita esperança de que a democracia vencerá.

Eis o poema de Duda:

 

ELA NÃO ESTÁ SOZINHA, QUERIDOS!

Veio tortura,

vieram panelas.

Fortaleceu-se com sua armadura,

ficou cada vez mais bela.

 

Os bandidos a chamaram de burra;

os covardes, de inflexível.

E, mesmo assim, ela os empurra

e se mostra invencível.

 

Tiraram o que lhe foi conquistado:

a Presidência da República tomada

por um impeachment sem crime de responsabilidade comprovado;

GOLPEADA.

 

Ela não brincou do que chamam de “fazer política”

Nem cedeu às piores jogatinas de um congresso medíocre

que nós elegemos sem nenhuma crítica.

MASSACRE!

 

Ela é a única com legitimidade moral

para nos devolver a democracia.

Em um processo temporal,

acabar com a aristocracia.

 

Calma, serena e elegante;

já enfrentou o câncer com o sorriso no rosto!

Companheira, AVANTE!

Não desista do seu povo!

 

Ela enfrenta um batalhão de homens com ódio

e vai derrubando um por um!

Eles não chegarão ao seu pódio,

nem conquistarão lugar algum.

 

Ela é valente;

ela é feita da fibra da coragem, da fé!

Gente como a gente

Não desiste quando realmente quer.

 

Ela é mulher!

Ela é resiliente!

Ela não precisa de temer!

Ela luta incansavelmente!

 

Ela é Dilma Vana Rousseff

e ela não está sozinha.

 

(Duda Paschoalini).

Nome
Email
Mensagem