Dilma: “Vamos votar pela transformação do Brasil num grande país democrático” - Dilma Rousseff
×

Dilma: “Vamos votar pela transformação do Brasil num grande país democrático”

Candidata ao Senado defende a volta da justiça social, com trabalho de qualidade e oportunidades iguais

01/09/2018 6:00
Foto: Roberto Stuckert Filho

Dilma Rousseff denunciou os dois anos do golpe que a retirou da Presidência da República há dois anos, durante evento realizado em Ituiutaba no último sábado. “No dia 31 de agosto de 2016, o Brasil abria a porta para um caminho de atrocidades: contra a democracia, contra os direitos dos trabalhadores, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTI e dos quilombolas”, lamentou a ex-presidente, candidata ao Senado pelo PT de Minas Gerais.

Na avaliação de Dilma, um outro golpe foi consumado, exatamente dois anos após o impeachment fraudulento, sem crime de responsabilidade. “Armaram uma nova armadilha. cassaram o direito de o presidente Lula ser candidato nessas eleições”, advertiu.

Ela destacou que, apesar disso, o golpe não vai impedir que os brasileiros escolham Lula e o projeto que fez do Brasil um país respeitado internacionalmente.

“Quando prenderam Lula, acharam que ele não teria mais condição de influenciar nas eleições de 2018 e barrar o golpe. Achavam que nós estávamos derrotados. Como o povo desse País não é nada bobo, Lula foi crescendo nas pesquisas”, discursou.

Para Dilma, é preciso encarar a decisão que tenta cassar o direito de Lula ser candidato. “Vamos colocar Lula sempre na urna”, destacou. “Vamos ganhar pela quinta vez a eleição no dia 7 de outubro”.

À plateia repleta de mineiros e mineiras, a candidata ao Senado afirmou que, mais do que votar para eleger alguém, é preciso de voto consciente, de voto cidadão.

“Precisamos votar por uma ideia de transformação do Brasil num grande País democrático, com justiça social, trabalho de qualidade e oportunidades iguais”, ressaltou.

Faça parte dessa história
Coligação Do Lado Do Povo: PT-PCdoB-PR-DC-PSB
CNPJ 31.243.247/0001-61