Dilma: vamos dar um basta no retrocesso democrático que há no Brasil - Dilma Rousseff
×

Dilma: vamos dar um basta no retrocesso democrático que há no Brasil

“Nós queremos que o País se reencontre”, diz a candidata ao Senado em Minas

27/08/2018 2:21
Foto: Roberto Stuckert FIlho

Candidata ao Senado pelo PT, Dilma Rousseff defende que o Brasil se reencontre com seu próprio destino. Ela avalia que isso só será possível quando o povo voltar a ser prioridade. “É preciso que os brasileiros sejam o centro da nossa política, estejam incluídos no orçamento”, disse em ato em Ipatinga.

No lançamento de sua candidatura, no domingo, Dilma lembrou que o Brasil era respeitado nos governos petistas porque respeitava o povo. “Nós fomos respeitados porque dávamos ao povo brasileiro as condições de dar o primeiro passo em busca de uma vida melhor”, discursou.

Minas Gerais

Presidenta deposta pelo Golpe de 2016, ela avalia que esta é uma eleição diferente, que tem lado. Por isso, no dia 07 de outubro, mais do que depositar o voto na urna, é preciso dar um basta ao retrocesso democrático que há no Brasil, que vem promovendo a retirada de direitos da população, desde que o Congresso aprovou o impeachment sem crime de responsabilidade.

No ato em Ipatinga, Dilma destacou que é preciso votar na chapa completa do PT: Lula presidente, Pimentel governador, Dilma senadora e nos deputados estaduais e federais da legenda.

“O Pimentel é PT, não iam deixa-lo em paz”, advertiu. “Cercaram o governo de tudo que é jeito. Ele enfrentou as piores condições de governo do mundo”. Ao contrário dos golpistas, ela e Lula jamais utilizaram o dinheiro público contra adversários políticos.

“Se era prefeito, tinha sido eleito pelo povo. E o povo a gente respeita, a gente não trai, não deixa a pão e água”, ressaltou Dilma.

Nome
Email
Mensagem