Dilma: “Agora é Lula Livre, vote 13 presidente” - Dilma Rousseff
×

Dilma: “Agora é Lula Livre, vote 13 presidente”

Candidata ao Senado critica tucanos em discurso em Belo Horizonte, em ato de lançamento da candidatura de Rogerio Correia

02/09/2018 8:28
Foto: Roberto Stuckert Filho

Uma das partes mais perversas e reprováveis do golpe que teve início em 2016 aconteceu na última sexta-feira (31). Lula está impedido de disputar a eleição, apesar do claro posicionamento da ONU de que ele não poderia ter seus direitos eleitorais comprometidos. A avaliação é da candidata ao Senado pelo PT em Minas Gerais, Dilma Rousseff, neste domingo (2), em Belo Horizonte.

Dilma avalia que agora, mais do que nunca, é preciso colocar em prática a orientação de Lula. “Nós somos o Lula, nós o representamos. Nossa campanha reforça o mote Lula Livre: vote 13 presidente”, disse em discurso aos mineiros e mineiras que participaram do lançamento da candidatura de Rogério Correia a deputado federal pelo PT.

Minas Gerais

Dilma reafirmou a importância de Minas Gerais nas eleições de 2018. Ela lembrou que o estado é uma síntese do país e que dois dos principais golpistas estão no estado. “Um cometeu o maior crime contra a democracia, que é não saber perder a eleição”, lembrou. “É esse tipo que desonra a democracia quando não aceita o resultado das urnas”.

Ela também tratou da participação do político do estado que também atuou para a consumação do golpe de 2016. “O outro golpista foi estratégico no impeachment. É como a bonequinha russa, que abre e aparece outra, abre e vem mais uma. Aqui é assim: atrás do Aécio veio o Anastasia, atrás do Anastasia vieram todos os Temer e Eduardos Cunha. Eles fizeram o trabalho sujo desse país”, criticou.

Para Dilma, é fundamental reeleger Fernando Pimentel governador para que os golpistas tucanos não voltem ao poder. “Fui tirada do Planalto, Lula foi preso. Vocês queriam que deixassem Pimentel livre? Fizeram tudo para que ele não pudesse governar”, explicou.

A ex-presidenta defendeu ainda a necessidade de reforçar as bancadas estadual e federal para que o governador Pimentel e o presidente consigam governar. Sobre Rogério Correia, Dilma disse que foi um dos deputados mais combativos contra o golpe e que, por isso, sua presença na Câmara Federal é fundamental.

Nome
Email
Mensagem